Curiosidades egito

Vestígios da capela de um faraó egípcio, que datam de mais de 2.300 anos, foram descobertos no sítio arqueológico do Templo Solar de Heliópolis, nos arredores do Cairo - informou nesta terça-feira o ministério de Antiguidades.

A antiga cidade de Heliópolis ("cidade do Sol", em grego antigo) foi um importante centro de adoração ao deus sol, Rá. Uma equipe formada por pesquisadores egípcios e alemães descobriu "blocos de basalto esculpidos" que faziam parte do "fundo do templo do rei Nectanebo I" da 30ª dinastia (380-340 a.C.), disse o ministério em comunicado.

Nectanebo I, fundador da última dinastia de reis do Egito, foi um dos últimos faraós que reinaram antes da conquista do país pelos persas, e depois pelos gregos, que fundaram a dinastia dos Ptolomeus, para serem logo depois substituídos pelos romanos. "É a primeira vez que uma capela é descoberta no local do templo", explicou no comunicado o ministro Mamdu al-Damati.

A "raridade" deste tipo de descoberta é explicada pelo fato de que as pedras do Templo Solar de Heliópolis foram utilizados para a construção do Cairo islâmico, fundado no século X, disse à AFP um funcionário do sítio arqueológico, Ayman al-Ashmawy. Os arqueólogos também encontraram no mesmo depósito o fragmento de uma estátua do rei Merineptah, da 19ª dinastia, um dos filhos de Ramsés II, com um joelho fincado, apresentando uma oferta a uma divindade.

Egito

Via EmResumo
FONTE(S) 

Descoberta capela faraônica no templo egípcio de Heliópolis

Curiosidades egito

Vestígios da capela de um faraó egípcio, que datam de mais de 2.300 anos, foram descobertos no sítio arqueológico do Templo Solar de Heliópolis, nos arredores do Cairo - informou nesta terça-feira o ministério de Antiguidades.

A antiga cidade de Heliópolis ("cidade do Sol", em grego antigo) foi um importante centro de adoração ao deus sol, Rá. Uma equipe formada por pesquisadores egípcios e alemães descobriu "blocos de basalto esculpidos" que faziam parte do "fundo do templo do rei Nectanebo I" da 30ª dinastia (380-340 a.C.), disse o ministério em comunicado.

Nectanebo I, fundador da última dinastia de reis do Egito, foi um dos últimos faraós que reinaram antes da conquista do país pelos persas, e depois pelos gregos, que fundaram a dinastia dos Ptolomeus, para serem logo depois substituídos pelos romanos. "É a primeira vez que uma capela é descoberta no local do templo", explicou no comunicado o ministro Mamdu al-Damati.

A "raridade" deste tipo de descoberta é explicada pelo fato de que as pedras do Templo Solar de Heliópolis foram utilizados para a construção do Cairo islâmico, fundado no século X, disse à AFP um funcionário do sítio arqueológico, Ayman al-Ashmawy. Os arqueólogos também encontraram no mesmo depósito o fragmento de uma estátua do rei Merineptah, da 19ª dinastia, um dos filhos de Ramsés II, com um joelho fincado, apresentando uma oferta a uma divindade.

Egito

Via EmResumo
FONTE(S) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário